Home » Notícias » Homem mata ex-companheira e atual antes de cometer suicídio na Itália
- Atualizado em 10/06/22 às 09h24

Homem mata ex-companheira e atual antes de cometer suicídio na Itália

O homem deu vários tiros no carro onde estava Sérvia Lidia Miljkovic,de 42 anos.

Foto: Reprodução

Redação

Na última quarta-feira, um duplo feminicídio seguido por suicídio foi registrado na cidade italiana de Viceza, na região do Vêneto, segundo as primeiras reconstituições da polícia local, o bósnio Zlatan Vasiljevic, 42 anos, matou a ex-esposa e a atual companheira em um intervalo de cerca de cinco horas.

De acordo com as investigações por volta das 9h30 (horário local), o homem deu vários tiros no carro onde estava Sérvia Lidia Miljkovic,de 42 anos. A vítima, que tinha acabado de deixar os filhos na escola, morreu tentando escapar do veículo.

Testemunhas informaram à polícia que ouviram “vários tiros” na região. Agentes, então, começaram as buscas pelo suspeito com base nas informações recebidas dos moradores da área.

Cinco horas depois, por volta das 14h30, a polícia encontrou um carro com dois corpos em outro ponto da cidade. No veículo, estavam o corpo de Vasiljevic e da atual companheira dele, que não teve o nome revelado. Segundo a polícia, os primeiros indícios indicam que ele a assassinou e depois cometeu suicídio.

A polícia encontrou ainda explosivos dentro do veículo. A ex-mulher de Vasiljevic já tinha uma medida protetiva proibindo-o de se aproximar dela desde 2019. À época, ele chegou a ser preso por “maus-tratos contra familiares”.

Em entrevista ao jornal “Corriere del Veneto”, o chefe da ex-mulher e irmão do atual namorado dela, Benedetto Mondello, contou que Lidia sofria constantemente com as ameaças do ex-marido.

“Os problemas com ele eram conhecidos e estávamos preocupados porque a situação era conhecida por todos. Fico chocado com os assistentes sociais e os juízes… eles estavam brigando há anos nos tribunais, mas não sei dizer se houve um afastamento dele de fato”, disse

Ao jornal “La Repubblica”, o homem contou ainda que uma das agressões cometidas pelo bósnio, na época em que eles ainda eram casados, “acabou causando um esmagamento do crânio que a deixou doente por meses”.

No V Notícias, você fica sabendo de tudo! Siga o portal no Google Notícias e receba todos os destaques do dia.

Tópicos:
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS