Home » Política » João Roma pensa em ‘plano B’ com esposa no Congresso e chefe de gabinete na AL-BA
- Atualizado em 24/01/22 às 17h53

João Roma pensa em ‘plano B’ com esposa no Congresso e chefe de gabinete na AL-BA

Nas eleições estaduais, o ministro aposta em seu atual chefe de gabinete, Victor Azevedo

Foto: Divulgação

Redação

Uma maneira de beneficiar a si mesmo através de seu partido está sendo estudada pelo ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), para caso ele não consiga se eleger para o governo da Bahia, nas eleições deste ano tanto a nível estadual quando no federal.

Nas eleições estaduais, o ministro aposta em seu atual chefe de gabinete, Victor Azevedo, que luta pela vaga com Ireuda Silva (atual vereadora que vai tentar uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia) e os deputados José de Arimateia e Jurailton Santos. Sem o apoio de ACM Neto na disputa pelo governo da Bahia, caso decida manter a candidatura de Roma, o partido deve eleger dois parlamentares.

Já no congresso, Roma deseja eleger sua esposa, Roberta Roma. Ela, que também é filiada ao Republicanos, vai disputar a vaga na Câmara Federal com a vereadora Rogéria Santos, o deputado federal Márcio Marinho e a deputada federal Tia Eron.

Entre os nomes citados, Roberta é a única que não possui ligação com a Igreja Universal do Reino de Deus, mandatária do partido.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS